PESQUISA PROCON

Consumidor campinense pode economizar até R$ 14,00 na compra do gás de cozinha

Acesse a pesquisa completa

24/11/2021 10h43
Por: Paraíba Todo Dia

Nesta terça-feira (23) o Procon de Campina Grande divulgou a pesquisa de preços do gás de cozinha e da água mineral, referente ao mês de novembro. De acordo com o estudo, se for realizada uma boa pesquisa, na hora da compra, o consumidor campinense pode economizar até R$14,00 ao adquirir o botijão do gás de cozinha e até R$ 2,00 na compra do garrafão de água mineral. Tudo vai depender da marca selecionada.

Conforme a pesquisa, o preço médio do gás de cozinha está sendo vendido por R$ 103,38 à vista. A variação percentual, entre o menor e o maior valor encontrado neste mês de novembro, é de 14,38% o que corresponde a aproximadamente R$ 14,00. Com isso, o produto pode ser encontrado por preços que variam de R$ 96,00 até R$ 110,00. Já em comparação com a última pesquisa (mês de outubro) o preço do gás sofreu uma leve redução de R$ 0,76, ou seja, 0,72%, regredindo o valor de R$ 104,13 para R$ 103,38 neste mês.

Água mineral – Ainda de acordo com o estudo, o preço do galão com capacidade para 20 litros de água mineral, tendo como referência as quatro marcas mais procuradas no município (Indaiá, Savoy, Santa Vitória e Sublime) os preços variam entre R$ 5,00 (menor) e R$ 14,00 (maior) para retirar o galão no estabelecimento.

O preço do galão da água mineral da marca Santa Vitória, por exemplo, está sendo comercializado ao preço médio de R$ 5,67. Foi vista uma variação percentual de 40% entre o menor e o maior valor encontrado. A mesma pode ser comprada em uma faixa de preços que varia de R$ 5,00 até R$ 7,00. Isso mostra que o consumidor pode economizar até R$ 2,00 na hora da compra.

Já na marca Indaiá, a variação média é de R$ 12,42. Observamos na pesquisa, deste mês, uma variação percentual de 16,67% entre o menor e o maior valor encontrado. A mesma pode ser comprada por preços que variam de R$ 12,00 até R$ 14,00. O consumidor pode economizar até R$ 2,00 na hora da compra. Das quatro marcas pesquisadas essa é a que possui o preço médio mais alto. Para conferir a pesquisa na íntegra basta acessar o site do órgão: https://procon.campinagrande.pb.gov.br/

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.