2022

"Carnaval não poderá ser o mesmo de antes da pandemia", diz Geraldo Medeiros

Secretário de Saúde alertou que a taxa de transmissão está acima de 1 em todas as regiões do estado, o que é considerado "preocupante".

17/11/2021 16h17Atualizado há 2 semanas
Por: Paraíba Todo Dia
Fonte: Click PB
Geraldo Medeiros, secretário de Saúde da Paraíba - Foto: Reprodução/Internet.
Geraldo Medeiros, secretário de Saúde da Paraíba - Foto: Reprodução/Internet.

O secretário de Saúde, Geraldo Medeiros, declarou que o carnaval na Paraíba em 2022 será diferente de outros anos. Ele alertou que a taxa de transmissão (RT), uma das principais referências sobre a evolução da pandemia, está acima de 1 em todas as regiões do estado, o que é considerado "preocupante". 

O atual decreto estadual tem validade até o fim deste mês. Até lá, o Governo do Estado deve avaliar o cenário epidemiológico para divulgar as novas regras do combate à covid-19 para o mês de dezembro. Porém, de acordo com o secretário, já é possível afirmar que o carnaval na Paraíba em 2022 será diferente de outros anos.

"É claro que nós não poderemos ter um carnaval igual ao que nós tínhamos antes da pandemia. Nós estamos vendo aí o exemplo da Europa, com a volta do número de casos diários e de mortos. Então, nós iremos analisar todo esse contexto em relação a mega eventos como o carnaval. Na orla de João Pessoa, por exemplo, veremos se será possível ou não", disse Geraldo. 

O secretário ainda analisou o risco dos encontros entre amigos e familiares. "Temos que reforçar a importância de continuar usando máscaras, mantendo o distanciamento físico e evitando que as pessoas promovam reuniões e festas dentro de casa com 40 ou 60 pessoas, achando que dentro de casa não se contamina. Nós temos vários relatos de famílias inteiras contaminadas em decorrência de um aniversário", finalizou.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.