vai-e-faz_720x90
vai-e-faz_720x90
TERRORISMO

Ataques às torres gêmeas: atentados de 11 de setembro completam vinte anos

Relembre imagem que impactou o mundo na data, em 2001

11/09/2021 06h22Atualizado há 2 semanas
Por: Paraíba Todo Dia
Fonte: Redação + G1
 Foto: Sean Adair/Reuters/Arquivo
Foto: Sean Adair/Reuters/Arquivo

Em 11 de setembro de 2001, os Estados Unidos foram atacados em uma série de ações terroristas que deixaram mais de três mil mortos. Naquela terça-feira, quatro aviões foram sequestrados e dois deles se chocaram contra as Torres Gêmeas em Nova York.

Além dos dois aviões que avançaram contra o World Trade Center, membros da rede Al-Qaeda arremessaram um terceiro avião contra o Pentágono. A quarta aeronave sequestrada caiu na Pensilvânia antes de atingir seu destino – que parecia ser a capital Washington DC.

Nesta reportagem, você vai rever, minuto a minuto, como o maior ataque terrorista já registrado dentro do território americano aconteceu.

Cronologia dos atentados de 11 de setembro de 2001

7h59 o vôo 11 da American Airlines decola do aeroporto de Boston com destino a Los Angeles;

8h15 o vôo 175 da United Airlines também decola de Boston com destino a Los Angeles;

8h20 o vôo 77 decola do aeroporto de Dulles, no estado da Virgínia;

8h42 o vôo 93 da United Airlines decola com atraso do aeroporto de Newark em Nova Jersey, com destino a Califórnia;

8h46 o vôo 11 bate contra a Torre Norte do World Trade Center em Nova York;

9h03 o vôo 175 se chocou contra os andares 77 e 85 da Torre Sul do World Trade Center;

9h05 o presidente dos EUA George W. Bush é avisado sobre o segundo avião no WTC;

9h37 o vôo 77 se choca contra a a face oeste do Pentágono, sede da Defesa americana;

10h03 vôo 93 é derrubado em um campo vazio da Pensilvânia, a 20 minutos de voo da capital americana, Washington DC;

10h28 a Torre Norte desaba em Nova York;

17h20 enquanto bombeiros faziam buscas por sobreviventes, a Torre Sul do World Trade Center colapsa;

20h30 o presidente George W Bush faz um pronunciamento de dentro da Casa Branca: “A busca por aqueles que estão por trás desses atos malignos está em andamento. Não faremos distinção entre os terroristas que cometeram esses atos e aqueles que os abrigam.”;

Na tarde de 12 de setembro os trabalhadores retiraram Genelle Guzman, a 18ª e última pessoa a ser encontrada com vida entre os destroços.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.