vai-e-faz_720x90
vai-e-faz_720x90
NESTA SEGUNDA

Bolsonaro diz que vai provar fraude nas eleições 2014 e revela fonte que fotografou minuto a minuto de contagem

Indícios devem ser expostos em alguma de suas próximas lives, que acontecem sempre nas quintas

26/07/2021 18h20Atualizado há 2 meses
Por: Paraíba Todo Dia
Fonte: Redação
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Voltando a uma tecla que tem batido com bastante ênfase - voto auditável - o presidente Jair Messias Bolsonaro (Sem partido) declarou ter indícios de fraudes nas eleições de 2014, na disputa pela presidência entre os então candidatos Dilma Rousseff e Aécio Neves.

Em entrevista à rádio Arapuan FM, no final da tarde desta segunda-feira, 26, o presidente garantiu que vai apresentar em uma de suas próximas lives semanais, que acontecem sempre as quintas-feiras, uma pessoa que topou mostrar que houve artimanha no processo. Ainda segundo Bolsonaro, outras pessoas são provas disso mas temem por sua integridade e, por isso, preferem não se expor. 

- Cada vez mais a gente vê críticas. Pessoas que dizem que vão votar, nessa urna que está aí, e a foto do candidato não aparece. Digita o 1 e automaticamente já aparece o 13. E isso não acontece ao contrário. Então nós vamos mostrar, particularmente falando do segundo turno daquela eleição, uma pessoa que fotografou minuto a minuto a chegada de votos em Brasília. Foram 231 fotos. Uma vez dava Aécio ganhando, outra Dilma, intercalando em todas as vezes. Isso por si só derruba qualquer outra tese - argumentou.

Bolsonaro voltou a ironizar e colocar em cheque as últimas pesquisas de intenção de votos que mostram o ex-presidente Lula com maior porcentagem que a sua.

- O ministro Barroso tem um posicionamento puxado para a esquerda. O candidato dele, segundo o Instituto Datafolha, tem 49% no primeiro e 60% no 2º turno.  Mas como isso é possível? Eu sou bem recebido em qualquer lugar do Brasil. Já o outro (Lula) não - finalizou.

Por Victor Silva

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.