CMCG 970 1
Educação

Ministério Público determina volta das aulas presenciais em Campina

O Estado tem um decreto que proíbe o retorno presencial das aulas municipais e estaduais e, segundo Asfora, a determinação do MP poderá se chocar com esse decreto.

04/05/2021 07h10
Por: Paraíba Todo Dia
Fonte: Paraíba Online

O Ministério Público ajuizou uma ação civil pública exigindo que a Prefeitura de Campina Grande retome as aulas presenciais de toda rede pública municipal.

De acordo com o secretário de Educação, Asfora Neto, o prazo é de dez dias para que seja apresentado um protocolo e, após isso, um novo encontro será realizado com o Ministério Público, para avaliar a determinação.

– Iremos ouvir as autoridades sanitárias, o Ministério Público do Trabalho, o Sindicato dos Trabalhadores e levar em consideração o número de internações e o avanço da vacinação, para que possamos apresentar algo de concreto à cidade – disse.

O Estado tem um decreto que proíbe o retorno presencial das aulas municipais e estaduais e, segundo Asfora, a determinação do MP poderá se chocar com esse decreto.

– O município de Campina Grande, através da Secretaria de Educação e a Procuradoria Geral, sugeriu ao juiz do caso que chame o Governo do Estado para a discussão, uma vez que o decreto é taxativo – ressaltou.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários